quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Não, obrigado!! - O legado político de Lula

Olá,

Eis que 2011 se aproxima e com ele, novos deputados, senadores, governadores e até a primeira presidente da história!

A jornalista Miriam Leitão nos brinda com uma inteligente análise do legado de Lula. Sugiro fortemente que quem tem real interesse na política brasileira lucre ( em oposição a gaste!! ) alguns minutos lendo a coluna publicada no "site" abaixo.

http://oglobo.globo.com/economia/miriam/posts/2010/12/28/nao-obrigada-352828.asp

Feliz 2011

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

O Emblema do Administrador



Olá Pessoal,

O símbolo acima todos conhecemos bem. Ele representa a nossa (futura) profissão. Sua escolha foi resultado de um concurso que aconteceu na década de 1980.
Leia toda a interessante estória no site:

http://www.portaladm.adm.br/emblema.htm


Anel do Administrador
 


O Anel do Administrador tem como pedra a safira de cor azul-escura, pois é a cor que identifica as atividades criadoras, por meio das quais os homens demonstram sua capacidade de construir para o aumento de suas riquezas, tendo em vista suas preocupações não serem especulativas.
Em um dos lados da pedra safira deverá ser aplicado o Símbolo da Profissão do Administrador.



O Dia do Administrador
          
          Nove de setembro é o "Dia Nacional do Administrador", por ser a data de assinatura da Lei nº 4769, de 9 de setembro de 1965, que criou a profissão de Administrador. O dia do Administrador foi instituído pela Resolução CFA nº 65/68, de 09/12/68.

Sem ADMINISTRADOR, não se chega a lugar nenhum.


 O Patrono

Belmiro Siqueira, Administrador e Professor - que dá nome ao concurso nacional que anualmente é promovido pelo Sistema CFA/CRAs, o Prêmio "Belmiro Siqueira" de Administração - é o Patrono dos Administradores, título que lhe foi outorgado "post-mortem".


Ele atuou:

  • na área federal: funcionário de carreira, aprovado sempre em primeiro lugar em seleções a que se submeteu, inicialmente como Assistente Administrativo e Técnico de Administração, denominação primeira do que é hoje o Administrador. No DASP (Departamento Administrativo do Serviço Público) ocupou vários cargos, dentre eles o de Diretor Geral nos anos de 1967 e 1968.
  •  
  • na área estadual: foi Assessor/Consultor de vários Governos, com destaque para o Rio de Janeiro, onde exerceu o cargo de Diretor da Escola de Serviço Público do então Estado da Guanabara (1966).

  • foi colunista de vários jornais, sempre escrevendo sobre assuntos ligados à sua área de atuação. Autor de vários trabalhos sobre Administração, foi professor de várias faculdades.

  • no Conselho Federal de Administração (CFA) foi eleito Conselheiro Federal em 1977 e, assim que assumiu, foi levado pelos seus pares a Vice Presidente, permanecendo até 1987, ano de seu falecimento, a 28 de novembro, em Porto Velho/RO. Na ocasião, encontrava-se no exercício do cargo de Presidente do CFA. Era mineiro de Ubá, nascido a 22 de outubro de 1921.
Feliz Natal a todos,

[ ]´s




quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

A Profissão do Administrador

Aumentando a Concorrência


O PL Nº 7.280/2010 pretende modificar a Lei Nº 4.769/65 para inserir, em seu art. 3º, a possibilidade de a profissão de ADMINISTRADOR ser exercida por Mestres e Doutores em Administração, obviamente estes com graduação em cursos outros distintos da Administração.



O artigo em referência, na Lei 4.769/65, tem a seguinte redação, verbis:


Art. 3º O exercício da profissão de Administrador é privativo:


a) dos bacharéis em Administração Pública ou de Empresas, diplomados no Brasil, em cursos regulares de ensino superior, oficial, oficializado ou reconhecido, cujo currículo seja fixado pelo Conselho Federal de Educação, nos termos da Lei nº 4.024, de 20 de dezembro de 1961;


b) dos diplomados no exterior, em cursos regulares de Administração, após revalidação do diploma no Ministério da Educação, bem como dos diplomados, até a fixação do referido currículo, por cursos de bacharelado em Administração, devidamente reconhecidos;
 
Eu copio abaixo a posição do Conselho Regional de Admnistração do Rio Grande do Sul apresentada em: http://www.administradordiganao.com.br/index.php visitado em 22 de dezembro de 2010.
 
 
Manifesto contra o PL 7.280/2010



Tramita na Câmara dos Deputados a proposição que degrada a profissão de Administrador, ao permitir a invasão da mesma por quem não é bacharel em Administração.






É lastimável que se confunda curso superior de graduação com curso de pós-graduação e que se iguale cursos de tecnologia com cursos de bacharelado, na proposição apresentada. Os estudos de mestrado e doutorado são voltados para a formação complementar no campo da pesquisa e especialização, porém não são formação de graduação, segundo a própria orientação do MEC.






Mas não é só. O projeto está legitimando o exercício profissional (sem limitações) para quem não detém o preparo adequado e, ao mesmo tempo, submete este a um regime de conduta e a uma responsabilidade idêntica ao do Administrador bacharel, com maior qualificação técnica. O projeto é discriminatório perante a classe e perante as demais profissões regulamentadas. Perante a classe, por introduzir a possibilidade do exercício profissional nos campos da Administração aos mestres e doutores, sem fazer qualquer menção limitadora de competências aos incluídos e por igualar todos os beneficiados com o título de Administrador, permitindo o pleno exercício das atividades (competências) profissionais definidas no artigo 2º da Lei 4769/65. Ou seja, o projeto está legitimando o exercício profissional (sem limitações) para quem não obteve o preparo adequado (diploma de bacharelado) e, ao mesmo tempo, submete-o a um regime de conduta e a uma responsabilidade idêntica ao do Administrador Bacharel, de quem se exige uma maior qualificação técnica-científica, por deter uma preparação específica que molda a profissão de Administrador. Além do mais, o projeto nivela todos os conhecimentos como se semelhantes fossem em qualidade, quantidade e conteúdo, permitindo, por exemplo, que um Tecnólogo venha ser Auditor, Analista, Diretor Superior, Consultor, Perito, ou Responsável Técnico de uma Empresa, quando se sabe que suas funções são acessórias (auxiliares) àquelas exercidas pelos Administradores.

Eu pergunto:
 
Será que os médicos permitiriam que um enfermeiro que tenha mestrado atuasse como médico?
Será que os engenheiros permitiriam que um físico que tenha mestrado atuasse como engenheiro?


Pessoalmente, eu sou contrário à este projeto de lei. E vocês?

domingo, 19 de dezembro de 2010

Parlamentares ficam de bolso cheio e boca calada


Aumento para quem já tem muito!

O aumento de salários de 62% para os parlamentares federais foi aprovado em regime de urgência!! Mais uma vez, eles se autoconcederam reajustes abusivos. Para a presidente da República, o reajuste será de 134%, enquanto que os ministros terão um aumento de salário de quase 150%.
É claro que este aumento tem um efeito cascata, pois atingirá sucessivamente deputados estaduais, distritais e vereadores.
 
Ao mesmo tempo, o governo encaminhou proposta orçamentária com cortes de 3 bilhões de reais que atingem a educação com redução de 500 milhões de reais. 
 
 
Por sua vez, a relatora-geral do Orçamento, senadora Serys Slhessarenko (PT-MT), disse que vai manter no Orçamento Geral da União o salário mínimo de R$ 540,00.
 
O ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, afirmou, nesta sexta-feira (17/12/2010), que as chances do novo salário mínimo ser de R$ 580 são remotas. "É difícil fixar o mínimo em R$ 580, porque não tem orçamento", disse, segundo a Agência Brasil.


A integra da reportagem pode ser vista em:

http://congressoemfoco.uol.com.br/noticia.asp?cod_canal=21&cod_publicacao=35608

sábado, 18 de dezembro de 2010

Contrastes - Câmara de BH e Prefeitura de Canoas


Contrastes



Na postagem anterior, eu apresentei uma discussão sobre os gastos com a merenda escolar e o "lanchinho" dos "esforçados vereadores de BH".


Os desperdícios do $ público - que são representativos da maioria das Câmaras Municipais do Brasil - não podem eclipsar alguns casos de administração pública corretas e éticas que ainda existem em nosso país.

Foi com alegria que li a reportagem "Canoas Virou" na edição de 15 de dezembro de 2010 da Revista Veja.

A reportagem pode ser lida gratuitamente a partir do acervo virtual da revista:

http://veja.abril.com.br/acervodigital/

A administração do petista Jairo Jorge implementou a licitação com transmissão ao vivo via internet; implantou câmeras de segurança nas regiões potencialmente mais violentas da cidade; instalou nestas mesmas regiões aparelhos "Shotspotter" que detectam sons de tiros; corte de 2,5% nas aliquotas de ISS; bonus fiscais para as empresas se legalizarem; 75% de desconto no ICMS para empresas que contratam ex-detentos; redução de 25% das despesas públicas destinadas a custeio da máquina pública;



Os resultados de tais medidas já se fazem sentir de forma nítida:

i) 37% de queda no número anual de homicídios.
ii) 40% de aumento na arrecadação. (sim, é possível reduzir impostos e aumentar a arrecadação ao mesmo tempo)
iii) 1100 empresas formalizadas em seis meses.



Vamos tentar coletar boas experiências administrativas e divulgar seus métodos.

Por favor, se seu município tem uma admnistração eficiente e ética, mande dados e informações.

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Oficina de Idéias e o lanchinho dos vereadores

Olá Pessoal,

Gostaria de recomendar a leitura do blog "Oficina de idéias: a Administração Pública e o Direito" criado e mantido pelo Prof. Felipe Milanez.


http://fcmilanez.blogspot.com/


Mudando de assunto... Como bem sabemos, nossos "pobres" representantes têm uma atividade extremamente árdua, chegando em alguns casos a trabalhar quase 3 dias por semana.


É evidente que tão éticos e dedicados políticos merecem receber uma alimentação especial (como é o caso dos atletas de alto desempenho). Considerando as idéias apresentadas, responda agora a algumas perguntinhas:

1) Qual o custo aceitável que a população deveria pagar para oferecer um "lanchinho" aos vereadores de Belo Horizonte entre uma reunião e outra?
2) Qual o custo razoável para a merenda escolar dos estudantes de Belo Horizonte?


Seja qual for sua resposta, tenho certeza que não se aproxima dos valores reais. A comilança dos políticos vai custar por ano R$ 2.560,00 em média, para cada parlamentar. Por outro lado, a Prefeitura, juntamente com a União, gastou no ano passado, em média, R$ 71 para alimentar cada um dos 177 mil estudantes matriculados nas 181 escolas da rede municipal de ensino *

* Os números são da Secretaria Municipal de Abastecimento. Cabe lembrar que as despesas com alimentação dos parlamentares da capital de Minas Gerais já são cobertas por verba indenizatória de R$ 15 mil mensais mediante a apresentação de cupom fiscal.

Fica a decepção de assistir o uso inapropriado do dinheiro público. Fica a decepção de ver que o dinheiro é arrancado de nossos salários sob a forma de impostos, taxas, contribuições, multas, etc. e , apesar da Lei de Responsabilidade Fiscal, transforma-se em mais mordomias.

Note que não são gastos ilegais!! Estes gastos respeitam as leis vigentes e obedecem os procedimentos que estudamos para a realização de despesas públicas.

Por outro lado, será que os princípios da administração pública estão sendo respeitados? A quem devemos culpar? Quem tem o direito e quem tem o dever de impedir estes desatinos?

A resposta para esta última pergunta, eu sei. Somos nós, cada um de nós!

Fomos nós que os colocamos lá. Fomos nós que permitimos que eles se divirtam com nosso suado dinheirinho . Somos nós que devemos, de forma legal e organizada, impedir essas e outras injustiças se perpetuem.

Por isso, eu tenho por princípio nunca, mas nunca mesmo, votar em alguém que procura a re-eleição. Eles não devem se acostumar ao poder. Eles não devem se sentir donos do poder. Cabe a cada um de nós mantê-los sob constante vigilância e retirá-los de lá quando não se mostram dignos de nossa confiança.

Até a próxima,

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Falha de mercado!!


Teoria das finanças públicas

De uma forma geral, a teoria das finanças públicas gira em torno da existência das falhas de mercado que tornam necessária a presença do governo. Esta teoria se ocupa do estudo das funções do governo, da teoria da tributação e do gasto público.

As falhas de mercado são fenômenos que impedem que a economia alcance o estado de bem estar social através do livre mercado, sem interferência do governo. 

São consideradas falhas de mercado:
  • existência dos bens públicos: bens que são consumidos por diversas pessoas ao mesmo tempo (ex. rua). Os bens públicos são de consumo indivisível e não excludente. Assim, uma pessoa adquirindo um bem público não tira o direito de outra adquirí-lo também;
  • existência de monopólios naturais: monopólios que tendem a surgir devido ao ganho de escala que o setor oferece (ex. água, energia). O governo acaba sendo obrigado a assumir a produção ou criar agências que impeçam a exploração dos consumidores;
  • as externalidades: uma fábrica pode poluir um rio e ao mesmo tempo gerar empregos. Assim, a poluição é uma externalidade negativa porque causa danos ao meio ambiente e a geração de empregos é uma externalidade positiva por aumentar o bem estar e diminuir a criminalidade. O governo deverá agir no sentido de inibir atividades que causem externalidades negativas e incentivar atividades causadoras de externalidades positivas;
  • desenvolvimento, emprego e estabilidade: principalmente em economias em desenvolvimento a ação governamental é muito importante no sentido de gerar crescimento econômico através de bancos de desenvolvimento, criar postos de trabalho e da buscar a estabilidade econômica. 

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Disciplinas para o Próximo Semestre

Vejam a lista de disciplinas que teremos no próximo semestre (turma 2-2009).

[ ]´s

Monitor de escândalos no Congresso

Monitor de escândalos no Congresso

Olá Pessoal,

Eu gosto muito de acompanhar o Fernando Rodrigues, jornalista político que assina uma coluna no Uol - política. Se você já está de férias, mas não deixou de seguir a vida pública brasileira, assista a retrospectiva escândalos 2010!

http://noticias.uol.com.br/escandalos-congresso/2010/

[ ]´s

Arnaldo

 

Conferência das Cidades


Conferência
 
Conferência das Cidades discutirá sustentabilidade urbana

A sustentabilidade das cidades é o tema da 11ª Conferência das Cidades, que será realizada pela Comissão de Desenvolvimento Urbano da Câmara nesta terça (7/12/2010) e quarta-feira (8/12/2010)
 

 
 O objetivo do tema escolhido - "O futuro das cidades no novo contexto socioambiental" - é identificar os problemas e propor soluções para que cidade e o meio ambiente coexistam de forma harmônica.
http://www.adh.pi.gov.br/imagens/LOGO_CONFERENCIA.jpg

Serão discutidas as conquistas e os novos desafios do Estatuto da Cidade; o planejamento e a execução da política urbana para as próximas décadas; e o aproveitamento adequado dos recursos naturais nas cidades brasileiras.

Nos dois dias de seminário, serão realizados três painéis com dez palestras ministradas por pesquisadores e prefeitos. O primeiro painel apresentará um diagnóstico das cidades no mundo. Já o segundo tratará dos condicionantes para o desenvolvimento urbano e o enfrentamento das desigualdades no País. No terceiro painel, serão apresentadas as novas tendências para o planejamento urbano.

O deputado Zezéu Ribeiro (PT-BA), autor do requerimento para a realização da conferência juntamente com os deputados Cássio Taniguchi (DEM-PR) e Ângela Amin (PP-SC), lembra que o principal objetivo do evento, realizado todos os anos desde 1999, é discutir medidas para a consolidação de políticas públicas para os municípios. "Trata-se de um momento de amplo debate com a sociedade. A conferência consegue fazer com que projetos que dificilmente avançariam sejam aprovados", afirma Zezéu Ribeiro.

Resultados práticos
O parlamentar destaca que as dez edições anteriores tiveram resultados práticos positivos. Ele lembra que a primeira Conferência das Cidades, por exemplo, teve o mérito de reafirmar a importância jurídica do Estatuto das Cidades, cuja tramitação se estendeu por mais de uma década. Zezéu Ribeiro ainda lembrou que o Fundo da Habitação de Interesse Social foi outro tema discutido e amadurecido nas conferências antes de virar lei.

"A própria ideia do desenho do Ministério das Cidades como existe hoje também foi resultado de discussões que surgiram na 4ª Conferência", afirma. Zezéu ainda cita, entre os grandes temas e propostas oriundos ou fortalecidos nas conferências, a gestão dos resíduos sólidos. A edição deste ano, segundo ele, se reveste de uma importância adicional que é refletir sobre temas que serão encaminhados aos novos governantes do País.

Selo Cidade Cidadã
Neste ano, a Comissão de Desenvolvimento Urbano vai premiar projetos que estimulem a recuperação de áreas degradadas e propostas para enfrentar situações de risco, como enchentes e deslizamentos de encostas. Serão premiadas quatro cidades: duas com menos de 100 mil habitantes e outras duas mais populosas. Além do troféu, os municípios receberão o selo Cidade Cidadã, que vale por um ano e pode, por exemplo, facilitar financiamentos públicos.

No ano passado, foram premiados com o selo quatro municípios que adotaram projetos bem-sucedidos na área de mobilidade urbana. Na categoria dos municípios com até 100 mil habitantes foram premiadas as cidades Forquilhinha (SC) e Leme (SP). Na categoria dos municípios com mais de 100 mil habitantes foram premiadas Natal (RN) e Contagem (MG).

 A abertura da 11ª Conferência das Cidades contará  com as presenças dos presidentes da Câmara, deputado Michel Temer, e do Senado, José Sarney, e dos ministros do Meio Ambiente, Izabella Teixeira e das Cidades, Marcio Fortes e da presidente da Caixa Econômica Federal, Maria Fernanda Coelho.

domingo, 5 de dezembro de 2010

Como fazer uma boa apresentação

http://4.bp.blogspot.com/_3eqYl4gbvqg/SdIkXOrT_TI/AAAAAAAAALs/UYO7GPo_0r0/s400/apresenta%C3%A7ao.jpg
Oi Pessoal,

Estava navegando e encontrei a seguinte explicação sobre como preparar uma boa apresentação.

http://www.designando.com.br/?p=28

Achei o conteúdo bem explicativo. Aproveitem.

Estou também procurando videos que demonstrem a importância do trabalho em equipe.

http://www.youtube.com/watch?v=Yi_Ipodv18c&feature=related

Achei este no youtube. Por incrível que pareça, lembra muito um funcionário que uma vez trabalhou para mim.

[ ]´s

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Assistencialismo

http://fernandafreitas.files.wordpress.com/2009/05/palhaco.jpeg

Pensamento escrito por Adrian Rogers no ano de 1931, mas muito apropriado no momento político atual.



"É impossível levar o pobre à prosperidade através de legislações  que punem os ricos pela prosperidade. Por cada pessoa que recebe sem trabalhar,  outra pessoa deve trabalhar sem receber. O governo não pode dar para alguém aquilo que tira de outro alguém. Quando metade da população entende a idéia de que não precisa trabalhar, pois a outra metade da população irá sustentá-la, e quando esta outra metade entende  que não vale mais a pena trabalhar para sustentar a primeira metade, então chegamos ao começo do fim de uma nação. É impossível multiplicar riqueza dividindo-a."


Adrian Rogers, 1931
http://2.bp.blogspot.com/_Sb9fMZwGzIw/SBtsf2qxifI/AAAAAAAAAf8/tF2wvQkQBkY/s400/Bolsa+Familia+Duke.jpg

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

O que você acha?

Outro dia, ouvi a conversa entre uma funcionária pública que vou chamar de Luma Mata e sua amiga Ana Lisa Rego.

Ana, preocupada com o futuro, perguntava para Luma como fazer para conseguir um bom emprego, com alto salário e com estabilidade. A resposta me chocou, mas deixou claro o que de pior acontece no serviço público (em todos os níveis).

Luma disse que era simples bastava passar em um concurso público. Ana rejeitou a idéia, disse que para concursos de cargos alto salário havia uma concorrência muito grande e que ela jamais se classificaria.
Luma, experiente por muitos anos de funcionalismo disse:

- Que nada! Você pode passar em qualquer concurso para um cargo bem humilde.
http://2.bp.blogspot.com/_lRx7-ylrguQ/S8cssSQL4aI/AAAAAAAACnQ/obYK7Jh3pp8/s1600/Puxa-Saco1.jpg
http://2.bp.blogspot.com/_rS_cIkZMRfw/S7_tA2t1-AI/AAAAAAAAARI/ht0CVD7z6Bk/s1600/comissionados%5B1%5D.jpg
Depois que você assume, faz as amizades corretas e consegue um cargo comissionado!
Fácil. foi assim que virei diretora de obras do município!

 


Assista o vídeo e tome uma posição.

http://www.youtube.com/watch?v=TA5sRsRdSaQ&feature=related

Comente!!

Quanto custa eleger um senador?

Quanto custa uma campanha eleitoral para o parlamento brasileiro?

Você já se perguntou quanto é gasto pelos candidatos em uma eleição? 

A partir de dados dos próprios candidatos,